Archive | Agosto 2012

Qualidade da imprensa generalista em Portugal: Reflexão em torno dos conteúdos

Henrique Ribeiro, 22 anos, estudante universitário, aprecia ler as secções de política e desporto dos jornais generalistas

A Saber Viver Lisboa TV incentivou alguns leitores de jornais e revistas de informação geral a refletirem sobre a qualidade dos seus conteúdos. Os entrevistados sublinham a relevância que a imprensa generalista tem ao nível da atualização da informação. E, em tempo de crise, um jovem leitor destaca o papel da secção de classificados dos jornais, na divulgação de oportunidades de emprego. Veja os vídeos da reportagem de Daniela Gonçalves.

Entrevista a António Gomes em Benfica

Entrevista à sra. Marta Martins, vendedora de jornais e revistas, quiosque Benfica

Entrevista a Henrique Ribeiro

Entrevista ao sr. João, vendedor de jornais e revistas, quiosque Benfica

António Gomes aponta as fragilidades de um jornal diário de informação geral

Anúncios

Editorial: O papel integrador da escrita e leitura

Créditos da imagem: makems.com

Em tempo de férias, Daniela Gonçalves, coordenadora da Saber Viver Lisboa TV: o canal que aprende consigo!, fala da importância que a escrita e leitura tiveram na sua adolescência. Relevância que ainda hoje se mantém. Por Daniela Gonçalves 

Recordo com ternura e vivacidade a época em que me dediquei afincadamente aos meus estudos secundários. Lembro do orgulho que tinha cada vez que adquiria mais conhecimentos e os relacionava entre si, nos exames. Reconheço que a força indagadora da Filosofia impulsionou o discernimento e a interrogação da vida e das matérias ensinadas. Aos 15 anos achava que esta nova disciplina era mais exigente do que as restantes, embora prometesse o decurso de uma adolescência mais racional, com um convite à leitura, escrita e desconstrução dos saberes. Este processo de assimilação de métodos interrogativos e consequente aquisição crítica de conhecimentos culminaram numa maior autoconfiança, com implicações ao nível da sociabilidade.

Imagine-se um “software lexical” com gigas que vão aumentando à medida que o estudo progride… Um verdadeiro desafio que me ajudou a criar e fortalecer laços sociais, por piscar o olho à empatia com os outros.

É verdade que um temperamento expansivo é sempre uma ajuda no âmbito do passeio pela natureza florida da sociabilidade, todavia pode ser reforçado com o desejo de saber mais e não “ingerir” de ânimo leve tudo o que se nos apresenta. Essa é a força das letras e humanidades, que beberam o espírito crítico da Filosofia, cuja dimensão ultrapassa o domínio da teoria, uma vez que pode e deve ser aplicada em nome da evolução pessoal e social. Porque não esqueçamos que… até a própria inteligência emocional depende de interrogações, análises, relações de causalidade e/ou de associação.

Não obstante, tudo na vida requer parcimónia no seu uso. Nesse sentido, já diz o ditado que “o equilíbrio está no meio termo” e, por isso mesmo, visualizemos o QI e o QE interagindo harmoniosamente sem disputas de poder. Até porque pensar e sentir são dois verbos, que em conjunto podem ajudar a construir uma história de vida saudável a todos os níveis. A Saber Viver TV deseja-lhe boas férias e deixa essa reflexão.

Créditos da imagem: fuzzycoffeebooks.com