Arquivos

Um olhar sobre a “alma literária” de quem vende livros

A Saber Viver Lisboa TV apresenta a rubrica “Se eu fosse escritor (a)” direcionada aos vendedores de livros da 87.ª edição da Feira do Livro de Lisboa. Isto porque… por detrás da venda de obras literárias, há pessoas que se relacionam com a leitura de forma intimista, indagadora e criativa, revelando os contornos da sua imaginação, colocando-se num hipotético lugar de escritor (a), no âmbito da reportagem publicada hoje.

Entrevistas, recolha e edição de imagem: Por Daniela Gonçalves
Saber Viver Lisboa TV: o canal que aprende consigo!
http://www.sabervivertv.wordpress.com

“Alemão a Caminho”: projeto do Goethe Institut leva a língua alemã às escolas portuguesas

A Saber Viver Lisboa TV apresenta-lhe, hoje, o projeto “Alemão a caminho”, do Goethe Institut. Sensibilizar os estudantes para aprenderem a língua alemã e contribuir para a sua futura integração laboral constituem as duas principais metas desta formação. Saiba mais, assistindo às entrevistas que fizemos a Stephan Hoffmann, vice-diretor do Goethe Institut e a Helena Davin, responsável pedagógica do projeto “Alemão a caminho”.

Entrevistas, recolha e edição de imagem: Por Daniela Gonçalves

 

Astrologia chinesa inspira a arte e aprofunda a cultura

O novo ano lunar chinês – (do) macaco- foi celebrado numa palestra, em Oeiras. O evento decorreu, no auditório municipal Maestro César Batalha, e foi organizado pela Fundação Casa de Macau e Câmara Municipal de Oeiras. Para Mário Santos, diretor da Fundação Casa de Macau, mais do que uma ferramenta oracular, a Astrologia Chinesa deve ser encarada como uma área de saber, que inspira a arte e a cultura, promovendo – também – a evolução emocional e espiritual dos homens. Saiba mais, assistindo à reportagem que a Saber Viver Lisboa TV fez.

Entrevista, recolha e edição de imagem: Por Daniela Gonçalves
Saber Viver Lisboa TV
http://www.sabervivertv.wordpress.com

Cor, alegria e igualdade de género no entrudo de Podence

Após a rádio TSF ter noticiado a participação das mulheres – enquanto “caretas” – no entrudo de Podence, também a Saber Viver Lisboa TV quis acompanhar esta celebração antiga, que evoluiu na questão da igualdade de género. Não perca a reportagem que fizemos, em Podence (Macedo de Cavaleiros – Trás-os-Montes).

Entrevista, recolha e edição de imagem: Por Daniela Gonçalves
Apoio nas deslocações: Por Luísa Afonso *
http://www.sabervivertv.wordpress.com

  • Saber Viver Lisboa TV & Amigos*

Teatro// “A Caminhada dos Elefantes”: Entender um percurso que também é o nosso

A Saber Viver Lisboa TV acompanhou o ensaio da peça “A Caminhada dos Elefantes”, da autoria e encenação de Miguel Fragata e Inês Barahona, no São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa. Conversámos com um dos encenadores sobre o tema principal desta peça: a vivência do luto, como parte integrante da vida. Descobrimos – ainda – a origem da criação do espetáculo, produzido pela associação cultural “Formiga Atómica”, e conhecemos a preparação que os autores fizeram, para fazê-lo subir ao palco. Saiba mais, assistindo à reportagem da Saber Viver Lisboa TV

Entrevista, recolha e edição de imagem: Por Daniela Gonçalves
Saber Viver Lisboa TV: o canal que aprende consigo!
http://www.sabervivertv.wordpress.com

Magia do futebol chegou às crianças internadas no Hospital de Cascais

O selecionador nacional de futebol Fernando Santos desejou boas festas e ofereceu lembranças às crianças internadas, na ala pediátrica do Hospital de Cascais. O convite e iniciativa partiram da Liga dos Amigos do Hospital de Cascais. A Saber Viver Lisboa TV marcou presença e fez a reportagem.

Entrevistas, recolha – geral – e edição de imagem:  Por Daniela Gonçalves
Recolha de imagem do “vivo jornalístico”: Por Paula Cardoso
Saber Viver Lisboa TV: o canal que aprende consigo!

Escolhas, sorte e ética em “Boas Pessoas”

Será que a desigualdade social resulta das escolhas, em geral que fazemos e, em particular, dos dilemas morais? Qual a influência do fator sorte neste contexto? Eis a matéria-prima de “Boas Pessoas”, que está em cena no Teatro Aberto, em Lisboa. A peça é encenada por Marta Dias, e baseia-se no texto de David Lindsay-Abaire.
O nome do espetáculo surge como “uma provocação”, explicou Marta Dias, à Saber Viver Lisboa TV. Isto porque as pessoas não são homogéneas, sendo as suas contradições disso exemplo. Acompanhar a essência, origem e consequências do comportamento humano é o desafio lançado ao espetador de “Boas Pessoas”. Complexidade é um conceito sublinhado por Marta Dias, no âmbito desta peça centrada no tema da desigualdade social e sua relação com as facetas humanas.

Texto, entrevistas, recolha e edição de imagem: Por Daniela Gonçalves