Astrologia chinesa inspira a arte e aprofunda a cultura

O novo ano lunar chinês – (do) macaco- foi celebrado numa palestra, em Oeiras. O evento decorreu, no auditório municipal Maestro César Batalha, e foi organizado pela Fundação Casa de Macau e Câmara Municipal de Oeiras. Para Mário Santos, diretor da Fundação Casa de Macau, mais do que uma ferramenta oracular, a Astrologia Chinesa deve ser encarada como uma área de saber, que inspira a arte e a cultura, promovendo – também – a evolução emocional e espiritual dos homens. Saiba mais, assistindo à reportagem que a Saber Viver Lisboa TV fez.

Entrevista, recolha e edição de imagem: Por Daniela Gonçalves
Saber Viver Lisboa TV
http://www.sabervivertv.wordpress.com

Cor, alegria e igualdade de género no entrudo de Podence

Após a rádio TSF ter noticiado a participação das mulheres – enquanto “caretas” – no entrudo de Podence, também a Saber Viver Lisboa TV quis acompanhar esta celebração antiga, que evoluiu na questão da igualdade de género. Não perca a reportagem que fizemos, em Podence (Macedo de Cavaleiros – Trás-os-Montes).

Entrevista, recolha e edição de imagem: Por Daniela Gonçalves
Apoio nas deslocações: Por Luísa Afonso *
http://www.sabervivertv.wordpress.com

  • Saber Viver Lisboa TV & Amigos*

2016: Ano do Macaco e seus desafios na área da saúde

A Saber Viver Lisboa TV apresenta, hoje, uma rubrica sobre as relações entre a Astrologia e Medicina Tradicional Chinesas. Saiba o que une estas duas áreas e as diferencia, num momento em que estamos quase a ingressar, no Ano Chinês do Macaco. Assista à entrevista que fizemos à médica Wenqian Chen, diretora clínica do Centro de Terapias Chinesas, em Lisboa. Não perca.

Entrevista, recolha e edição de imagem: Por Daniela Gonçalves
Saber Viver Lisboa TV: o canal que aprende consigo!
http://www.sabervivertv.wordpress.com

Teatro// “A Caminhada dos Elefantes”: Entender um percurso que também é o nosso

A Saber Viver Lisboa TV acompanhou o ensaio da peça “A Caminhada dos Elefantes”, da autoria e encenação de Miguel Fragata e Inês Barahona, no São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa. Conversámos com um dos encenadores sobre o tema principal desta peça: a vivência do luto, como parte integrante da vida. Descobrimos – ainda – a origem da criação do espetáculo, produzido pela associação cultural “Formiga Atómica”, e conhecemos a preparação que os autores fizeram, para fazê-lo subir ao palco. Saiba mais, assistindo à reportagem da Saber Viver Lisboa TV

Entrevista, recolha e edição de imagem: Por Daniela Gonçalves
Saber Viver Lisboa TV: o canal que aprende consigo!
http://www.sabervivertv.wordpress.com

Magia do futebol chegou às crianças internadas no Hospital de Cascais

O selecionador nacional de futebol Fernando Santos desejou boas festas e ofereceu lembranças às crianças internadas, na ala pediátrica do Hospital de Cascais. O convite e iniciativa partiram da Liga dos Amigos do Hospital de Cascais. A Saber Viver Lisboa TV marcou presença e fez a reportagem.

Entrevistas, recolha – geral – e edição de imagem:  Por Daniela Gonçalves
Recolha de imagem do “vivo jornalístico”: Por Paula Cardoso
Saber Viver Lisboa TV: o canal que aprende consigo!

Escolhas, sorte e ética em “Boas Pessoas”

Será que a desigualdade social resulta das escolhas, em geral que fazemos e, em particular, dos dilemas morais? Qual a influência do fator sorte neste contexto? Eis a matéria-prima de “Boas Pessoas”, que está em cena no Teatro Aberto, em Lisboa. A peça é encenada por Marta Dias, e baseia-se no texto de David Lindsay-Abaire.
O nome do espetáculo surge como “uma provocação”, explicou Marta Dias, à Saber Viver Lisboa TV. Isto porque as pessoas não são homogéneas, sendo as suas contradições disso exemplo. Acompanhar a essência, origem e consequências do comportamento humano é o desafio lançado ao espetador de “Boas Pessoas”. Complexidade é um conceito sublinhado por Marta Dias, no âmbito desta peça centrada no tema da desigualdade social e sua relação com as facetas humanas.

Texto, entrevistas, recolha e edição de imagem: Por Daniela Gonçalves

Clarabóia de Saramago plena de vida no palco da Barraca

A companhia de teatro A Barraca faz subir aos palcos, amanhã, a peça “Clarabóia”, baseada na obra de José Saramago. A Saber Viver Lisboa TV dá-lhe a conhecer o essencial desta peça, a partir da realização de entrevistas a alguns atores, inclusivamente, à encenadora Maria do Céu Guerra.

///** Correção: erro ao citar o nome do teatro da Barraca. Trata-se do Teatrocinearte e não do Cine-teatro, como está no vídeo. Agradecemos a compreensão. |||

Entrevistas, recolha de imagens de cenas do espetáculo e sua edição: Por Daniela Gonçalves
Recolha de imagem do vivo jornalístico e das entrevistas: Por Paula Cardoso *
Saber Viver Lisboa TV: o canal que aprende consigo! & Amigos*
http://www.sabervivertv.wordpress.com